Lentes Intraoculares


Novas tecnologias permitem resultados precisos, mas não é o fator determinante para o resultado de uma cirurgia.


A escolha do modelo de lente intraocular a ser implantada durante a cirurgia de catarata não é nada fácil. Nem para o cirurgião, muito menos para o paciente.

Durante nossa vida, estamos acostumados com trocas de lentes (troca de óculos, lentes para cameras fotográficas, etc), e a tendência é sempre assumirmos que a quanto mais sofisticada a lente, com mais recursos tecnológicos, melhor. É natural também imaginarmos que o preço irá sempre acompanhar a qualidade.


Entretanto, colocar uma lente dentro do olho é algo muito mais complexo do que a troca de uma lente fotográfica. Na verdade, a escolha da lente intraocular é apenas um fator dentre vários outros que influenciam no resultado visual após uma cirurgia de catarata. O olho humano possui duas lentes naturais, a córnea e o cristalino. Durante a cirurgia de catarata apenas uma delas é substituída, o cristalino. Para alcançarmos uma boa visão após a cirurgia, é fundamental que a lente intraocular esteja "em sintonia” com a córnea. Entretanto, em uma população existem grandes variações nas características da córnea. As córneas podem ser proladas, obladas, apresentarem astigmatismo regular ou irregular, além de possuírem uma grande gama de aberrações de alta ordem. Além disso diversos outros fatores da anatomia ocular interferem na escolha da lente pelo cirurgião, como o diâmetro pupilar e o diâmetro do globo ocular.


Para aqueles que desejam aprofundar no tema, disponibilizamos abaixo algumas publicacões científicas que ilustram os fatores determinantes para uma boa visão sem óculos após cirurgia de catarata. Em suma, a escolha da lente intraocular não é simples, e o conhecimento teórico por parte do cirurgião é fundamental para o sucesso da decisão. Frequentemente a lente mais apropriada não é aquela com custo mais elevado. A escolha deve ser feita pelo cirurgião, de maneira individualizada, obviamente levando-se em conta todas as peculiaridades dos pacientes (atividades profissionais, sociais, esportivas, etc). Portanto, como em qualquer procedimento cirúrgico, é fundamental haver confiança plena na capacidade do cirurgião de fazer a melhor escolha.

Fatores determinantes para boa visão de perto após implantação de lente monofocal

Fonte: Journal of Refractive Surgery

Visão de Perto

Análise de pacientes com boa visão para longe e perto após implantação de lente monofocal

Fonte: Journal of Cataract and Refractive Surgery

Lente Monofocal

Comparação da função visual após implantação de lente multifocal e monofocal

Fonte: Journal of Cataract and Refractive Surgery

Lente monofocal vs multifocal

Revisão da Literatura sobre lentes multifocais

Fonte: Journal of Cataract and Refractive Surgery

Lentes Multifocais
  • IOCT no Facebook
  • IOCT no Instagram
  • IOCT no Youtube

contato@ioct.org

31-2534-5454

Rua Manaus 595
Belo Horizonte - MG
30150-350

©2019 by IOCT